Archive for agosto \19\UTC 2008|Monthly archive page

Nova Era.

Desde o início desse mês eu implementei um novo ritmo à minha vida, e está sendo bem interessante. Trata-se de um novo meio de ocupar o meu tempo com coisas produtivas (o que, de fato, não ocorreu nos últimos meses), além de ocupar minha mente quase 100% do tempo em que me mantenho acordado.

É simples: até Julho desse ano, eu acordava na hora do almoço, na maioria dos dias, vagabundava a tarde toda, ia para a faculdade de noite, e ficava acordado até umas 4 da manhã. Não precisou muito tempo para eu perceber que isso estava bem wrong. A medida para isso foi simples: substituir o tempo ocioso por produção.

Mudanças:

-Acordo todos os dias às 6:00 da manhã;

-Estudo até 8:00, jogo até a hora do almoço (all work and no play makes Jack a dull boy);

-Estudo a tarde toda;

-Faculdade;

-Estudo o resto da noite/jogo, após a faculdade.

-Dormir (limite de horário: 1:00);

-Repetição do ciclo.

Resumindo, virei um studyholic. Estudar vicia, acreditem. Ainda mais em doses cavalares.

Quando começo a jogar por muito tempo, ou fazer algo inútil por mais de uma hora, começo a ficar inquieto. “Poderia estar estudando…”

Conhecimento aliado à diversão pode curar muitas coisas. É como aguardente. E tem mais: o título deste post não se refere só a isso. Práticas que ficaram esquecidas em 2007 retornaram: voltei a beber com os amigos às sextas-feiras, meu gosto musical está voltando ao normal, e meu ânimo está voltando ao normal…

Tudo de volta ao normal.

Anúncios

Coleção em perigo.

Readquiri recentemente o hábito de colecionar HQ. Devo dizer que é um hábito deveras saudável, aprazível, um bom jeito de “investir” seu dinheiro, talvez? Muita gente estranha quando eu boto a palavra “investimento” nisso, mas costumo dizer que toda coleção é um investimento futuro. Uma simples edição mensal agora pode valer uma nota daqui a 30 anos, se você ainda estiver vivo…o que não quer dizer que você vai vender, dando-lhe um status de velhinho batuta das HQ’s raras. Sacou?

O maior problema de uma coleção é mantê-la. Eu ainda estou naquela fase de comprador compulsivo, todo início do mês venho da banca com 7 edições mensais debaixo do braço (PUTA QUE PARIU, sim..e eu leio tudo rapidinho), isso dá quase R$50, tirando especiais. São 4 da marvel e 3 da DC, inicialmente eu era um projeto de marvelfag, mas acabei não resistindo à cósmicidade superior da DC, e tive que olhar uns 3 títulos.

Então, mantê-la. Primeiro: espaço. Meu quarto é grande, mas quase que totalmente ocupado. Únicos lugares onde posso colocar algo como um armário de aço  pra arquivá-las são embaixo da TV (que é suspensa) e atrás da porta, o que seria um erro. Até agora, todas estão bonitinhas e cheirosas distribuídas em 3 compartimentos dentro do meu guarda-roupas, que é imenso…mas até quando? ISSO é preocupante.

Outro problema é o dinheiro, folks. Minha fonte de agua de Lindóia tá acabando, e é meio t3nso pedir dinheiro de velha pra comprar gibis, quando a mesma já se referiu a eles como “porcarias”, right? Right. Quando minha fonte acabar, provavelmente vou parar de comprar por um tempo.

Um problema em parar de comprar por um tempo é que quando você volta, volta perdidaço, sem entender porra nenhuma e querendo entender. Daí você vai atrás das edições perdidas em sebos, não acha, depois vai na Internet…orkut! (sim, orkut tem infinitas utilidades) comprar de alguém ou entrar em alguma comunidade pra conversar com alguém que conhece alguém ou um site que venda edições recentes em bom estado, e…bah.

O fato é que estou me preparando pra parar de colecionar por um tempo, a partir de Agosto. Vou ter um dinheiro até ano que vem, claro…pra manter o vício. E pra ver se arrumo um estágio ou outra bolsa, até lá…sem parar de colecionar. Sei lá.

Nem preciso dizer que a coleção de DVD’s vai ficar parada por meses. E com três pra comprar: Hulk, HdF e Batman, heh.