Filmes fodões de ontem.

Sou um aliado da madrugada, e aprendi com o tempo que os melhores filmes passam nesse horário, se tratando de conteúdo. Veja bem, os MELHORES. Pra mim, um filme bom precisa apenas ter imersão. Sem frescurites. E sim, sou cinéfilo. Mas vamos lá, ontem de madrugada vi dois filmes fodões, um eu sempre quis ver, muitas pessoas já falaram dele perto de mim, se chama ”Clube da Luta”, o outro eu achei ao acaso trocando de canal, chama-se ”Powder”, em português ”Energia Pura”.

Powder:

Peguei já um pouco avançado, mas deu pra entender tudo e toda a mensagem que o filme passa. Trata-se de uma história que mistura sci-fi com uma pitada de religião. Um garoto, que nasceu ”diferente” (a pele totalmente branca, ausência de queratina só pode) tem simplesmente o Q.I mais alto da espécie humana, além de apresentar poderes ”paranormais”. Perante isso ele cresce numa fazenda com seus avós, afastado do mundo e conhecendo-o apenas através de livros, já que não podia ver TV (ela pifa quando é ligada perto dele). Então de repente esse garoto, o Powder, sai da fazenda porque um grupinho de pessoas interessadas no seu intelecto e suas funções paranormais e quem sabe sua aparência bizarra resolveram ajuda-lo (peguei nessa parte, não sei explicar bem o propósito dos caras). Só que o Powder começa a ser humilhado pelo povinho de lá perto, taxado de bizarro, estranho, essas merdas. E ele fica com vontade de voltar pra casa.

Houveram cenas muito boas nesse filme. É explicado que a origem do ”poder” do Powder vem do fato de que TALVEZ ele estaria usando quase 100% do seu cérebro, e segundo o ilustríssimo Albert Einstein, se um ser humano conseguisse isso não precisaria mais da matéria (o corpo) e seria ”energia pura”. Também é explicado uma coisa que vai de encontro com um conceito antigo meu, o ”um pouco de tudo em tudo”, Powder explica que o poder dele também vem da capacidade de ele se enxergar em tudo. Que todas as pessoas estão conectadas. A cena final do filme é completamente surreal, o moleque sai correndo num campo e um raio acerta ele e ele explode em energia.

Esse filme me fez pensar em algumas coisas: vida após a morte (a energia nunca se dissipa, apenas se transforma), nessa viagem que o Einstein fez sobre a energia pura e que faz até um certo sentido, e outras mais. Eu recomendo o filme, principalmente pra quem curte sci-fi.

Clube da Luta:

Também peguei já um pouco avançado. Esse eu não vou contar o final pois é completamente inesperado e mágico, trágico, e outros ágicos. É um filme tão maluco que me sinto até incapaz de fazer uma sinopse, vou copiar uma aqui.

Jack (Edward Norton) é um executivo yuppie que trabalha como investigador de seguros de uma grande montadora de automóveis. Ele vive muito confortavelmente, mas está em doideira progressiva e, para driblar suas crises de insônia, extravasa sua ansiedade em sessões de terapia grupal, ao lado de gente com câncer, tuberculose e outras doenças, pois é só no meio de moribundos que Jack se sente vivo e assim consegue dormir. Sua alegria só é interrompida pela chegada de Marla Singer (Helena Bonham Carter), uma viciada em heroína com idéia fixa de suicídio. Repentinamente entra na sua vida Tyler Durden (Brad Pitt), um cara ainda mais maluco que Jack. Eles se conhecem em um vôo e mal se falam, mas quando o apartamento de Jack explode misteriosamente ele vai morar com Tyler, que vive em uma mansão caindo aos pedaços. Tyler lhe oferece uma perigosa alternativa: por à prova seu instinto animalesco em combates corporais. Assim nasce o clube do título, que ganha diversos adeptos que aliviam suas tensões arrebentando cada um a cara do outro. O clube tem algumas regras rígidas: 1) Você não fala sobre Clube da Luta, 2) Você não fala sobre Clube da Luta, 3) Quando alguém disser “pare” ou perder os sentidos a luta acaba, 4) Só dois caras em cada luta, 5) Uma luta de cada vez, 6) Sem camisa, sem sapatos, 7) As lutas duram o tempo, que for necessário, 8) Se essa é a sua primeira noite no Clube da Luta, você tem, que lutar. Com o tempo, Tyler demonstra, que seus planos vão além da criação do clube, uma mania, que ganha adeptos no país inteiro e assim Tyler sonha em concretizar o seu “Projeto Caos”.”

Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/clube-da-luta/clube-da-luta.htm

Sentiu? Tem muitas reviravoltas e muita coisa acontece. Filmes assim me chamam atenção: mudanças de ambiente, personagens, acontecimentos diversos e inesperados, tipo Forrest Gump. Também recomendo, é bom pra caralho. E não pense que pelo título vai ver um filme de porrada desordenada daqueles de costume, esse filme vai além disso.

Ciao.

Anúncios

1 comment so far

  1. anonimo on

    NAO EH QUERATINA… EH MELANIIINAA!
    ¬¬


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: